FII de cemitério tem melhor performance em abril de 2021

E-investidor Estadão

07/05/2021

Levantamento mostra que 95 fundos imobiliários tiveram rentabilidade positiva; sete superam os 15%

Isaac de Oliveira

Dos 188 fundos imobiliários (FIIs) negociados em abril na B3, sete tiveram retorno acima de 15%, conforme levantamento da consolidadora de investimentos SmartBrain. O campeão isolado foi um produto do segmento de cemitérios e serviços funerários: o Brazilian Graveyard and Death Care (CARE11), com rentabilidade de quase 40%.

O fundo, gerido pela Zion Invest, possui participação em 13 cemitérios em sete estados brasileiros e mais de 5,8 mil jazigos em cemitérios privados de alto padrão em Minas Gerais e São Paulo.

A gestora do CARE11 considera o pagamento de dividendos como um dos motivos que justificam a variação positiva. No mês passado, o fundo distribuiu R$ 250 mil de lucro entre os cotistas. A Zion adiantou ao E-Investidor que a distribuição de dividendos será de R$ 300 mil.

Em termos de volume negociado, o CARE11 movimentou R$ 5,66 milhões em abril na B3. O valor é bem superior aos meses anteriores: R$ 824 mil em março, R$ 985 mil em fevereiro e R$ 1,89 milhão em janeiro.

Outro fator para a performance positiva no último mês, segundo a gestora, foi a venda de uma pequena fatia de sua participação no Grupo Cortel, cujos papeis foram negociados com mais de 40% de valorização em relação ao valor de aquisição, em 2018.

“Além disso, houve a redução das taxas de administração do fundo de 1,70% para 1,47%”, acrescenta a Zion, em nota.

O segundo melhor desempenho no ranking de desempenho dos FIIs em abril ficou com o RB Capital Renda II (RBRD11), de empreendimentos comerciais,  com uma valorização de 20,22%. Na sequência, aparece o Socopa (REIT11), fundo de papéis que teve alta de 18,01%. Para o levantamento, a SmartBrain considera as variações das cotas e dos dividendos de cada fundo.

Em relação ao volume mensal negociado em abril, o RBRD11 movimentou R$ 2,39 milhões. O REIT11, por sua vez, atingiu o volume de R$ 4,52 milhões.

As performances em 2021

Apesar de o retorno acima dos 15% ter sido alcançado somente por sete FIIs em abril, 95 fundos desse tipo tiveram rentabilidade positiva no período – o que equivale a 55,5% do total negociado na B3.

O estudo também traça um cenário em relação ao acumulado entre janeiro e abril de 2021. Neste recorte, a performance positiva é vista em 78 fundos ou 40,2% do total de FIIs negociados na B3. Neste intervalo de tempo, o campeão foi o Tourmalet II (TOUR11), com rentabilidade de 35,08%, seguido pelo BB Progressivo (BBFI11B) (27,92%) e o Átrio Reit Recebíveis Imobiliários (ARRI11) (27,45%).

Considerando o período da pandemia, entre março de 2020 e abril deste ano, a quantidade de FIIs com rentabilidade positiva cai para 68 fundos, o que representa 37,9% do total. Mas a performance do top 3 neste cenário chama atenção. O primeiro colocado foi o Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11), com retorno de 59,55%. Na sequência, aparecem o Even Permuta Kinea (KINP11) (44,17%) e o Ouro Verde Desenvolvimento Imobiliário I (ORPD11) (43%).

Os sete fundos imobiliários com melhor retorno em abril

Fundo ImobiliarioRentabilidade (%)
BRAZILIAN GRAVEYARD DEATH CARE (CARE11)39,24
RB CAPITAL RENDA II (RBRD11)20,22
SOCOPA (REIT11)18,01
GENERAL SHOP E OUTLETS DO BRASIL (GSFI11)16,81
CAIXA TRX LOGÍSTICA RENDA (CXTL11)15,88
BB RENDA DE PAPÉIS IMOBILIÁRIOS (RNDP11)15,75
MAC (DMAC11)15,51
Fonte: SmartBrain

Voltar ao topo